Indesc

O INDESC – Instituto de Desenvolvimento Social e Cultural – é uma organização sem fins lucrativos fundado em 2005, instituído posteriormente como Organização Social de Interesse PúblicoOSCIP.

A iniciação e o desenvolvimento das ações do INDESC foram incentivados pela atuação em conjunto com políticas públicas e programas governamentais complementares. A primeira é o Fundo de Amparo ao Trabalhador, que desde 2005 destina recursos para desenvolver programas de educação profissional. O segundo conjunto diz respeito à implantação, desenvolvimento e gestão dos programas na área de alimentação.

Destacam-se deste conjunto a implantação e gestão de dois restaurantes populares – um na cidade de Jundiaí, em São Paulo e o outro no bairro do Tucuruvi, na cidade de São Paulo, no mesmo estado. Ambos restaurantes foram resultantes do Programa Bom Prato, idealizado pelo governador Mário Covas e instituído legalmente alguns anos depois sob o decreto 10.562/2010.

O ideário que embasou a iniciativa de implantar os restaurantes foi a de promover a autonomia e o exercício do direito do cidadão à uma alimentação de qualidade e baixo custo.

O Bom Prato (inspirado em uma experiência realizada no Rio de Janeiro) foi um programa pensado como alternativa diferente de política social. Diferente no sentido de superar o caráter assistencialista característico das políticas públicas da época. O programa foi implantado e vem sendo gerido por diferentes organizações da sociedade civil, com o propósito de oferecer, em grande escala, alimentos com qualidade e custo acessíveis às pessoas desempregadas ou em condições de risco social.

Atualmente o Indesc está se tornando um incubador e gestor de programas, projetos  e empreendimentos sociais e culturais, visando atender pessoas e comunidades que se encontrem em situação de vulnerabilidade e risco social.

Missão:
Oferecer à pessoas e comunidades que encontram-se em  vulnerabilidade social, a participação gratuita em ações, programas e projetos educacionais, de assistência social e formação profissional que oportunizem uma efetiva mudança  em sua situação socioeconômica e cultural.

Visão:
Ser reconhecida como uma instituição que acredita no potencial de transformação das pessoas e fomenta a atuação profissional do 3º. Setor.

Valores:
1.Profissionalismo;
2.Transparência;
3. Solidariedade;
4. Sustentabilidade.